Início Taxa Selic caiu: o que impacta o mercado imobiliário?

Na última quarta-feira, 31 de janeiro de 2024, o comitê de Política Monetária do Banco do Brasil decidiu pela queda da taxa Selic em 0,5 ponto percentual, fixando-a em 11,25% a.a. E como essa nova taxa impacta o mercado imobiliário?

Entenda o impacto da queda da Taxa Selic no Mercado Imobiliário

A Selic, taxa básica de juros da economia brasileira, tem um papel fundamental no mercado imobiliário.

Isso acontece, pois, quando a Selic está muito alta, o custo dos empréstimos e financiamentos também tende a aumentar. Sendo assim, a queda dessa taxa deixa o crédito mais acessível, e consequentemente, estimula a demanda do setor.

Além disso, a queda da taxa Selic torna o investimento imobiliário mais atraente em comparação a outras opções de investimentos. Com os juros mais baixos, os rendimentos de renda fixa tendem a diminuir, transformando o mercado imobiliário em uma alternativa rentável, principalmente para quem busca por ativos com menor volatilidade.

Uma visão otimista para o mercado imobiliário

Ao que tudo indica, a taxa Selic pode cair mais. O assunto foi bastante abordado no 9º episódio do PorteCast, que contou com a participação do especialista em investimentos CEA, Bruno Paolinelli. Para entender mais, assista ao episódio completo no YouTube:

Os cortes criarão, a longo prazo, um cenário ainda mais promissor para o mercado imobiliário.

Atente-se às oportunidades de investimento

Se a zona Leste de São Paulo já era uma excelente oportunidade de investimento, com as projeções de queda da taxa Selic, o cenário se torna ainda mais atrativo.

A região tem experimentado um crescimento significativo nos últimos anos. De acordo com uma matéria publicada na revista Veja, em 2017, o Leste de São Paulo foi uma das áreas que mais se desenvolveram na cidade.

Além disso, o QuintoAndar divulgou, em março de 2023, que o Tatuapé foi o bairro mais procurado para compra de imóveis no último ano.

Tatuapé foi bairro destaque conforme pesquisa

Vale ressaltar ainda que dados mais recentes, conforme o Ranking da Demanda Imobiliária divulgado pela startup Loft em 2023, destacam os bairros de Vila Andrade (zona sul), Tatuapé (zona leste) e Bela Vista (centro) como os mais procurados em termos de vendas de apartamentos.

O estudo, baseado em dados oficiais da Prefeitura de São Paulo e compartilhado com pelo InfoMoney, revela que Tatuapé e Bela Vista experimentaram um aumento superior a 10% nas transações em comparação ao ano anterior. 

O bairro do Tatuapé também se destacou na pesquisa ao analisar o tamanho dos empreendimentos, registrando vendas em todas as categorias de tamanhos consideradas. 

“O Tatuapé é um caso excepcional, figurando entre os 10 bairros com mais vendas em todas as categorias de tamanho analisadas. Não surpreendentemente, é o bairro com o maior crescimento acumulado no ano, com uma expansão superior a 13%,” Disse Fábio Takahashi, gerente de dados da Loft.

Vale a pena investir na Zona Leste?

Os dados mostram que a região Leste segue em constante crescimento, tornando-se uma das mais prósperas de São Paulo. E claro que o Eixo Platina é parte fundamental desse movimento.

O projeto encabeçado pela Porte Engenharia e Urbanismo conta, em sua primeira fase, com seis empreendimentos multifuncionais, desenvolvidos para atender às principais demandas da região, com uma grande variedade de usos, dentre eles residencial, comercial, corporativo, saúde, educação, cultura, entretenimento, lazer, serviços, dentre outros.

Agora é a sua vez!

Sabia que o primeiro Hotel Tru by Hilton estará na região Leste de São Paulo?

Uma oportunidade de investimento única para quem quer diversificar seus ativos com o setor hoteleiro. Em 2022, o mercado já demonstrou forte retomada, atingindo o mesmo patamar de antes da pandemia.

Entenda mais em Invista no Tru by Hilton: 3 coisas para ficar de olho